.





Foto: Divulgação
                                                          

Homem passa 19 anos preso por um crime que não cometeu

Por Lagoa Show,
Terça-feira, 22 de março de 2016   Atualização: 04:38

Um homem passou 19 anos preso por um crime que não cometeu. Marcos Mariano, que morava em Recife, foi acusado de assassinato porque tinha o mesmo nome de um criminoso. Em 1976 policiais chegaram e o prenderam depois que foi confundido com um assassino que tinha o mesmo nome. Ele também jurou inocência, em vão. Não adiantou ele se explicar. E foi condenado a cumprir pena pelo crime.

Durante os 19 anos na prisão, os apelos por justiça foram ignorados. “As autoridades e nem ninguém acredita em ninguém. Não adiante preso dizer que é inocente que eles não acreditam. Se falar uma verdade la pra eles é uma mentira. Eu falava mais ninguém acreditava”, diz. O caso so foi resolvido quando o diretor do presídio organizou um mutirão para rever os processos dos presos e descobriu a injustiça que estava ocorrendo dentro da penitenciária.

Depois que foi solto, seu Marcos Mariano estava com a saúde devastada. Ele teve tuberculose, desenvolveu câncer e ficou cego por conta do que passou no presídio. “Houve uma rebelião e jogaram uma granada e eu fiquei cego”, diz. Após sair do presídio, ele morreu no mesmo dia em que soube que iria receber uma indenização de milhões de reais pela injustiça que passou. A TV Record lhe entrevistou, veja a reportagem abaixo.






De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, em 2011 e 2012 foram mais de 20 mil pessoas mantidas presas no Brasil de forma injusta ou irregular e que foram libertadas após uma revisão nos processos. Em 2013, foram mais de 7 mil prisões ilegais. Os presídios brasileiros estão lotados de criminosos, mas também de quem esta pagando por algo que não cometeu. O risco de um cidadão comum, trabalhador e honesto ser preso injustamente existe e pode ocorrer com qualquer um.

Compartilhar no Facebook
......
.

. .
. .
. .

.
.
.



Recomendado




.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.






.





.






.






.






.








.



.

Sobre

Termos de Uso

Mobile

Ajuda

Privacidade e Cookies

Direitos Autorais

Contate-nos

Anuncie seu negócio

.

.
.